Paraná joga em casa para se reencontrar com a vitória

Paraná joga em casa para se reencontrar com a vitória

Os gols da partida foram anotados por Vitor Feijão e Robson. O Luverdense é o 16º, com 40 pontos, a mesma pontuação do Boa, que abre a zona de rebaixamento, e ainda joga na rodada. O Paraná viaja até Pernambuco para enfrentar o Santa Cruz, enquanto o Luverdense joga diante de seu torcedor em confronto direto contra o Boa Esporte.

Mesmo fora de casa, o Luverdense tomou a iniciativa do jogo e precisou de apenas um minuto para assustar o Paraná.

O time visitante quase empatou aos 22 com Sérgio Mota, mas a bola parou no travessão de Richard. Aos 11, Robson, deslocado para a função de atacante mais avançado, fez jogada individual pela esquerda, foi travado, e a bola sobrou para Renatinho, que chutou no canto, mas Diogo Silva segurou. Sérgio Mota chutou de longe e mandou na trave.

O técnico Júnior Rocha tem duas dúvidas para escalar sua equipe, ambas no meio campo. O Luverdense esboçou uma pressão, mas o Paraná foi logo controlando a partida e ampliou aos 30 minutos.

Depois de passar dias de dúvida por conta de duas derrotas em sequência, Paraná se reabilitou na Série B e bateu o Luverdense por 2 a 0. No fim, o Paraná reencontrou a tranquilidade para tentar garantir o retorno à Série A após 10 anos na Segunda Divisão.

O Luverdense conseguiu manter a mesma posse de bola da primeira etapa, mas teve maiores dificuldades para criar oportunidades. Na melhor chance da equipe do Mato Grosso, Rafael Silva recebeu livre dentro da área, mas ficou na grande defesa do goleiro da equipe paranaense.

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira (14), às 21h30 (horário de Brasília). Caso mantenha a formação dos últimos jogos, o Tricolor deve ter Richard; Cristovam, Maidana, Brock e Igor; Gabriel Dias, Vinicius Kiss, Renatinho e João Pedro; Robson e Alemão.

LUVERDENSE - Diogo Silva; Aderlan, Pablo, William e Paulinho; Ricardo, Moacir (Alaor Júnior) e Douglas Baggio (Rafael Silva); Rafael Ratão, Alfredo (Léo Cereja) e Sérgio Mota.

O primeiro tempo foi bastante movimentado. Robson, aos 30 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Bruno Arleu de Araújo, auxiliado por Luiz Claudio Regazone e Eduardo de Souza Couto, todos do RJ.

PÚBLICO - 12.203 pagantes (13.038 no total).

Artigos relacionados