Mulher é morta por ex-marido por não aceitar fim de relacionamento

Um crime bárbaro chocou os moradores de Araputanga, em Cuiabá (MT).

O homicídio está sendo investigado pela Polícia Civil da cidade.

Havia uma medida protetiva para que José Antônio Caetano, também de 34 anos, não se aproximasse da vítima.

A mulher estava com a mãe, a irmã e os filhos, na rua quando o ex-marido passou de moto.

"Rita disse que não iria suspender o processo e, então, ele sacou um revólver e começou a atirar. A vítima correu para dentro da casa, mas já tinha sido baleada e caiu na varanda da casa, onde morreu", afirmou o policial. Rita tinha inclusivamente pedido uma ordem de restrição contra o homem e já tinha, no passado, feito queixa deste por agressão. Um familiar contou aos policiais que eles estavam separados e havia um histórico de desentendimento.

Depois do crime, o suspeito fugiu e ainda não foi localizado.

Artigos relacionados