Morre funcionária vítima de ataque em creche de Janaúba

Morre funcionária vítima de ataque em creche de Janaúba

A auxiliar de professora Geni Oliveira Lopes Martins, de 63 anos, funcionária da Creche Municipal Educacional Infantil Gente Inocente, em Janaúba (MG), morreu em Belo Horizonte (MG), na madrugada desta segunda-feira (6).

Sete pessoas ainda estão internadas em hospitais de Montes Claros e Belo Horizonte com ferimentos causados durante o incêndio.

Na manhã do dia 05 de outubro, o vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, entrou na escola, onde trabalhava, e ateou fogo em crianças e nele mesmo.

Geni nasceu em Montes Claros (MG), mas logo mudou-se para Janaúba, município vizinho, onde casou-se na Catedral Sagrado Coração de Jesus 40 anos atrás com Odail Custódio Martins. O casal deu a Geni e a Odail Custódio uma neta, batizada de Maria Esther. O vigia também morreu, assim como a professora Helley Abreu Batista, de 43 anos, que tentou impedi-lo fisicamente e ajudou no resgate de crianças. Hoje, todos apresentam estado de saúde estável.

Artigos relacionados