Funcionários da Mercedes são assaltados na saída de Interlagos

Funcionários da Mercedes são assaltados na saída de Interlagos

O prefeito João Doria espera levar o autódromo a leilão até abril de 2018.

Ele disse que há empresas nacionais e do exterior que entregaram manifestações de interesse de gerir o autódromo. O parlamentar, que é presidente da Comissão de Constituição e Justiça, alega que o projeto não foi adequadamente apresentado na Câmara, reforçando seu status de opositor do empresário que dá seus primeiros passos na administração pública.

Neste seu ano extra, ele não brigou por pódio, mas está longe de lamentar a decisão de permanecer no campeonato por mais uma temporada. A ação foi proposta pelo vereador Mário Covas Neto, do mesmo partido do prefeito.

"A Câmara Municipal de São Paulo informa que a Presidência da Casa está absolutamente tranquila quanto à legalidade na aprovação, em primeiro turno, do PL (projeto de lei) 705/17, na última quarta-feira (8)". Entre os passageiros estava o diretor de comunicação da entidade, o italiano Matteo Bonciani, que contou ter sido uma ação muito rápida, mas com estrago maior evitado graças à ação rápida do motorista em acelerar e deixar o local.

Doria bateu na tecla de que a privatização do autódromo vai ajudar nas questões de segurança.

Sagrado campeão da Fórmula 1 em 2017, Lewis Hamilton usou o Twitter para questionar a segurança do entorno do Circuito de Interlagos, em São Paulo.

"Não é só a F1 que tem que ser segura, tem que ter segurança sempre". Onde gera atitude, gera confiabilidade.

Depois de abordar os funcionários da Mercedes, que estavam uma van, os bandidos ainda atacaram um carro da Federação Internacional de Automobilismo. Não houve feridos ou roubo de pertences. "Isso foi providenciado", afirmou.

Perante este cenário, a PM passou fazer rondas periódicas na zona de Interlagos e aumentou o efectivo policial de 500 para 600 elementos para este domingo de Corrida, como refere o "Globoesporte". Quando ouvimos problemas como esse é muito triste. Eu tive o privilégio de correr com dois brasileiros muito talentosos, como Rubens e Felipe, e outros que talvez não tenham tido a melhor das carreiras, mas também foram pilotos fantásticos.

Artigos relacionados