Enem sob suspeita: PF apura suspeitas de fraudes em concurso

Enem sob suspeita: PF apura suspeitas de fraudes em concurso

Neste domingo (12), último dia de prova do certame, ele foi alvo de um mandado de condução coercitiva.

O estudante do Sertão pernambucano foi levado para prestar depoimento, teve o celular apreendido e foi liberado.

A operação identificou que a fraude ocorria da seguinte forma: candidatos contavam com o auxilio de especialistas em determinadas áreas de conhecimento, conehcidos como "pilotos" para resolução da prova, que repassam os gabaritos mediante contrato. Cada piloto é especialista em uma área. O resultado da operação ainda está sendo computados. Além do Ceará, a operação foi realizada em outros 12 estados: Pernambuco, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Os crimes que estão sendo investigados são estelionato, uso de documento falso, fraudes em certames de interesse público, associação criminosa. As penas ultrapassam 25 anos de reclusão.

Artigos relacionados