Dezenas de pessoas prestam última homenagem a Belmiro de Azevedo

Dezenas de pessoas prestam última homenagem a Belmiro de Azevedo

O Presidente da República lamentou esta quarta-feira a morte do empresário Belmiro de Azevedo e prestou-lhe homenagem, elogiando as suas capacidades de "liderança, determinação, visão de futuro e empenhamento social e cultural".

Estava internada no Instituto Português de Oncologia, no Porto.

Belmiro de Azevedo com a mulher Margarida na praia de Leça da Palmeira
Belmiro de Azevedo com a mulher Margarida na praia de Leça da Palmeira

Sublinhando que, através da sua ação como empresário, Belmiro de Azevedo marcou a vida do país e dos portugueses nos últimos 40 anos, Cavaco Silva destaca a "liderança inteligente e perspicaz e a sua aposta decidida na inovação" que transformou o seu grupo empresarial "num dos maiores e mais relevantes" de Portugal. Estava internado no Hospital da CUF, desde o início desta semana. Nascido em Tuias, no Marco de Canaveses em 1938, era o mais velho de oito filhos. Conhecido pelo seu caráter empreendedor, pela sua ousadia e frontalidade que se estendem tanto pessoalmente como profissionalmente criou um verdadeiro império.

Artigos relacionados