Deputados tentam convencer Ricardo Saud a depor na CPMI da JBS

Deputados tentam convencer Ricardo Saud a depor na CPMI da JBS

O presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS, senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), protocolou um requerimento de convocação do procurador regional da República Eduardo Pelella para depor como testemunha no colegiado.

Esta foi a opção do procurador, que enviou documento à CPMI recusando a solicitação.

Dentro do plenário, os parlamentares demonstram ansiedade.

Saud está preso em Brasília, no Complexo Penitenciário da Papuda, desde o início de setembro. Pelella era considerado braço-direito do ex-procurador-geral Rodrigo Janot. O ex-executivo pôde comparecer à CPMI da JBS porque o relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, autorizou.

Artigos relacionados