Agora é oficial: Trump escolhe Jerome Powell como presidente do Fed

Agora é oficial: Trump escolhe Jerome Powell como presidente do Fed

"Ele provou que pode construir consensos para a sólida política fiscal e monetária em que acredita". Jerome Powell é visto como um opositor de regulação excessiva e assume-se que Donald Trump, que tem como desejo de libertar o sistema financeiro dos constrangimentos regulatórios impostos após a crise, tenha querido, com esta nomeação, garantir mais um aliado para este objectivo. Em sua fala, Trump afirmou que espera ver o nome aprovado rapidamente.

Em um pronunciamento realizado por Trump no jardim da Casa Branca, o presidente afirmou que Powell é um homem "forte e inteligente" e que terá o aval do Senado para comandar o banco central, visto que o diretor do Fed tem "o respeito e a admiração de seus colegas no Fed, além do respeito do Congresso, de legisladores republicanos e democratas".

Sendo um republicano acabou, contudo, por concordar sempre com todas as decisões da Reserva Federal enquanto foi liderada por Janet Yellen, uma democrata que sempre foi vista como uma grande defensora dos estímulos monetários quando necessário - é uma "pomba", na gíria dos mercados, por preferir tomar decisões que pequem, eventualmente, por excesso de estímulo do que por insuficiência.

Powell atuou como executivo de bancos de investimentos e já foi integrante do Tesouro americano na época do presidente George W. Bush.

O presidente Trump vai nomear Jerome Powell como presidente da Federal Reserve (Fed), de acordo com uma fonte familiarizada com a decisão, citada pela Reuters. Concordou, por exemplo, com a manutenção dos juros baixos em setembro de 2016, poucos meses antes da eleição e numa altura em que alguns analistas admitiam que os dados económicos mais recentes recomendavam uma subida dos juros.

Apesar das diferenças, Powell deve dar continuidade à política monetária de sua antecessora. O anúncio foi feito nesta tarde pelo presidente dos EUA, Donald Trump. Na altura, Powell não foi um dos dissidentes - concordou com Yellen e com a maioria. Janet Yellen tinha sido nomeada por Barack Obama, sendo a primeira mulher a ocupar o cargo.

"Há razões para temer que [a escolha do] Sr". Se o Sr. Powell tiver como braço direito o Sr.

Artigos relacionados