Descoberta macabra em apartamento no Japão

Descoberta macabra em apartamento no Japão

As autoridades japonesas detiveram esta terça-feira um homem depois de encontrarem partes de nove cadáveres desmembrados no seu apartamento, no sudoeste de Tóquio. As cabeças decapitadas de duas vítimas foram encontradas na entrada do apartamento.

Um porta-voz da polícia disse que Takahiro Shiraishi, de 27 anos, foi preso por suspeita de abandonar um corpo, embora não estivesse claro de quem era o corpo.

A polícia japonesa acredita que a mulher está entre os corpos encontrados.

Durante a inspeção, os policiais encontraram as cabeças de nove pessoas (oito mulheres e um homem), que estavam dentro de caixas e refrigeradores portáteis, de acordo com o jornal local "Asahi".

De acordo com o canal estatal japonês NHK, Shiraishi afirmou à polícia: "Eu os matei e fiz algumas coisas com os corpos para ocultar as provas". Ele confessou o crime e explicou que guardava os cadáveres congelados no apartamento.

A polícia investigava o desaparecimento de uma mulher de 23 anos, sumida há dez dias, e descobriu um vínculo entre ela e Shiraishi.

Um dos seus vizinhos disse aos jornalistas que começou a sentir um odor estranho vindo do apartamento de Shiraishi quando este se mudou, em Agosto. A jovem afirmou na rede social que "queria se suicidar", mas dizia "ter medo de fazer isso sozinha", segundo informações da mídia japonesa.

A polícia recusou-se a comentar os relatórios da mídia sobre quantos corpos foram encontrados na casa.

Artigos relacionados