Xiaomi Mi Mix 2 já é oficial

Xiaomi Mi Mix 2 já é oficial

Com o relógio a aproximar-se cada vez mais do anúncio do próximo iPhone, há quem aproveite o momento para revelar as suas armas, como é o caso da Xiaomi, que enche o peito de confiança e apresenta ao mundo o seu novo topo de gama.

A Xiaomi anunciou a nova geração de seu aparelho praticamente sem bordas, o Xiaomi Mi Mix 2.

As fotos que Hugo Barra mostrou no seu perfil no Facebbok mostram pouco mais do que a caixa do esperado Mi Mix 2.

O Xiaomi Mi Mix 2, a atualização do Mi Mix, apresenta, aparentemente, tudo aquilo que é pedido num smartphone em 2017: um belo e grande ecrã infinito, isto é, sem moldura.

Protegida por Gorilla Glass de terceira geração, sua tela tem 15,6 polegadas e ele pesa 1,95 kg. Conta com um leitor de cartão 3 em 1, duas portas USB-C, duas portas USB regulares e uma porta HDMI de tamanho normal. Agora, a tela ocupa 5,99 polegadas das 6,44 da parte posterior do smartphone. Ele usa uma relação de aspecto 18:9, com bordas infinitas.

O Mi Mix 2 é revestido em cerâmica. Sua câmera de 12 MP, com uma lente única de f / 2.0.

Há um pequeno detalhe na borda superior porque a Xiaomi trocou o alto-falante piezoelétrico (que funcionava por meio de vibrações na estrutura de metal do aparelho) por um speaker tradicional de chamadas, mas a grade da saída de áudio é bem discreta. Já sabemos que vai ser equipado com um chipset Qualcomm Snapdragon 835, pois a marca confirmou esta informação, foi confirmado ainda que o sensor traseiro da câmara seria um Sony IMX386. Ele custa entre 3.299 yuans (R$ 1.583) e 3.999 yuans (R$ 1.919) para as versões comuns de 64 a 256 GB, ou 4.699 yuans (R$ 2.255) no caso do Mi Mix 2 Special Edition.

Assim a fabricante chinesa apresentou também o Mi Note 3, com configuração de dupla câmara, um processador Snapdragon 660 e 6GB de RAM. A versão especial do dispositivo será disponibilizada somente no mês seguinte.

A tela tem 5,5 polegadas LCD, com bordas finas e a manutenção de um botão Home. Feito com acabamento em vidro arredondado, ele conta com uma câmera frontal de 16 MP equipada com sistema de inteligência artificial que melhora as selfies. O aparelho traz 3500 mAh de bateria, com suporte a Quick Charge 3.0, e 6 GB de RAM.

O Mi Mix 2 será lançado inicialmente na China, terra natal da Xiaomi, onde será vendido por a partir de 500 dólares (modelo de 64GB de armazenamento) - as versões de 128GB e 256GB custarão, respectivamente 550 dólares e 610 dólares.

A Xiaomi está vendendo o smartphone na China nas cores preto e azul, com preço de cerca de R$ 1.200.

Artigos relacionados