Terceira fase do abono salarial é liberada nesta quinta-feira (14)

Terceira fase do abono salarial é liberada nesta quinta-feira (14)

Os trabalhadores nascidos no mês de setembro recebem o pagamento do Abono Salarial do PIS/Pasep a partir desta quinta-feira (14). Os valores variam de R$ 79 a R$ 937, conforme o tempo de trabalho durante o ano passado.

Quem cumpre os requisitos de idade para o saque, mas não tem dados cadastrados que permitam o depósito em conta, vai ter que ir a uma agência e pedir o saque, que só vai poder ser feito até cinco dias depois do pedido.

O local de saque difere entre os servidores públicos dos trabalhadores da iniciativa privada: os primeiros devem retirar os pagamentos no Banco do Brasil; os últimos, em agências da Caixa e em lotéricas. Serão destinados cerca de R$ 16,5 bilhões para pagamento do abono no calendário 2017/2018.

Tem direito ao benefício salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2016.

Mas também é necessário que o trabalhador tenha sido inscrito no PIS/PASEP pelo menos há 5 anos, além de ter os dados informados corretamente, quando o empregador envia a Rais - Relação Anual de Informações Sociais. Até o final de agosto, 3,6 milhões de trabalhadores tinham sacado o benefício.

O valor do Calendário PIS 2017 a ser recebido é proporcional ao número de meses trabalhados. Quem esteve empregado formalmente durante todo o ano vai receber um salário mínimo (R$ 937).

O valor a ser recebido depende de quanto a pessoa trabalhou no ano-base. Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 78), e assim sucessivamente. Quem trabalhou dois meses receberá 2/12 e assim por diante.

A partir de outubro o governo vai liberar R$ 15,9 bilhões do PIS/Pasep inativo para mais de 7,8 milhões de pessoas. De forma similar ao saque das contas inativas do FGTS, a retirada do dinheiro será pela data de aniversário. Mas, segundo estimativa do governo, a maioria dos beneficiários do programa tem, ao menos, R$ 750 a ser resgatado.

Artigos relacionados