Tempestades deixam cinco mortos na Itália

Tempestades deixam cinco mortos na Itália

Pelo menos seis pessoas morreram e seis estão desaparecidas na cidade de Livorno, em Itália, na sequência de inundações causadas por um temporal. Há ainda três desaparecidos.

As seis vítimas mortais registaram-se em Livorno.

Quatro dos mortos eram da mesma família - pai, mãe, avô e uma criança de quatro anos - e foram encontrados dentro de um apartamento atingido por um deslizamento.

Outro corpo foi encontrado na rua Fontanella e há ainda a registar a morte de um motorista, que ficou soterrado pela lama.

As fortes chuvas têm-se registado nas últimas horas e causaram inundações e o desabamento de terras. As chuvas torrenciais começaram durante a noite na região norte da Itália e afetam o país em direção ao sul.

"A situação é muito difícil, é crítica". Espero que não seja um desastre - afirmou à imprensa o prefeito de Livorno, Filippo Nogarin. Em Roma, que até recentemente sofria com três meses e meio de seca, o aguaceiro transformou ruas em rios e várias estações de metrô foram fechadas.

Artigos relacionados