Ryanair limita transporte de bagagem de mão para evitar atrasos

Ryanair limita transporte de bagagem de mão para evitar atrasos

Desta forma, apenas será permitido levar duas peças de bagagem de mão os passageiros de embarque prioritário, que fazem parte dos diferentes pacotes de fidelidade da companhia, mas que detçao que desembolsar 5 euros adcionais para levar a mala extra nas cabines. A maior segue, gratuitamente, para o porão durante o embarque.

O diretor de marketing da Ryanair, Kenny Jacobs, revela, em declarações ao jornal britânico The Guardian, que "os passageiros vão poder continuar a viajar com duas malas de forma gratuita, mas sob estas condições". O objectivo é "incentivar mais passageiros a despachar bagagem para o porão" e evitar atrasos no embarque. Recorde-se que até agora, a maior parte dos clientes podiam levar uma bagagem de mão e uma mala pequena dentro da cabine, sem qualquer custo.

Todos os restantes clientes (ou seja, os não prioritários) só podem transportar uma bagagem de mão de tamanho reduzido, na cabine do avião.

Com as regras mais apertadas para o transporte de bagagem na cabine, vem o alívio dos valores para despachar bagagem para o porão.

O objetivo da companhia aérea é aumentar o peso permitido nas malas de porão, baixar o preço a cobrar, para reduzir o número de passageiros que leva duas bagagens de mão. Já a grande vai para o porão, sem custos adicionais.

Artigos relacionados