Reino Unido aumenta para nível de alerta para "crítico"

Reino Unido aumenta para nível de alerta para

Londres, 17 set (Lusa) - O Reino Unido reduziu hoje de "crítico" para "grave" o nível de alerta terrorista, após a detenção de dois homens presumivelmente relacionados com a explosão de sexta-feira no metro de Londres, anunciou o Governo. O incidente é tratado pela Scotland Yard como um atentado terrorista, ainda que as causas não tenham sido identificadas até o momento.

"No seguimento do ataque em Parsons Green na passada sexta-feira, a polícia fez bons progressos naquela que é uma investigação que continua", disse Amber Rudd, ministra do Interior. A explosão, ocorrida às 8h20 no horário local (4h20 no horário de Brasília) - ou seja, na chamada "hora do rush" da manhã londrina -, deixou ao todo 29 pessoas feridas, principalmente com queimaduras.

A ameaça estava até agora em "grave", o quarto mais alto de uma escala de cinco, que indicava que um atentado terrorista contra o Reino Unido era altamente provável. Rowley afirmou que os restos do engenho explosivo estão sendo analisados por especialistas forenses.

O Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque em canais afiliados ao grupo extremista.

A estação de metrô Parsons Green, no sudoeste de Londres, foi reaberta neste sábado, informou a Transport for London (TfL), operadora da rede de transportes na capital britânica.

À tarde, as autoridades fizeram buscas numa residência em Sunbury-on-Thames, Surrey, nos arredores de Londres: cerca de 40 casas foram temporariamente evacuadas por precaução. Agora, as forças de segurança estão coletando provas que permitam localizar o responsável pelo atentado, o quinto no país.

Artigos relacionados