Princesa japonesa Mako prefere o amor ao poder, entenda o motivo

Princesa japonesa Mako prefere o amor ao poder, entenda o motivo

A princesa Mako tem 25 anos, neta mais velha do imperador, e por sua escolha não pertencerá mais à família imperial, perdendo assim toda a glória que o trono proporciona. "Tenho consciência desde a minha infância que teria qu ne abandonar o status real com o casamento". O casamento vai excluí-la da família imperial, em consequência de uma lei que não é aplicada a homens. Mako conheceu Kei Komuro na universidade.

Seu futuro marido, Kei Komuro, 25 anos, é um plebeu, que trabalha como qualquer outra pessoa, num escritório de advocacia. O noivado deveria ser anunciado em julho, mas a notícia foi adiada em respeito pelas vítimas fatais das inundações no sudoeste do país.

A princesa e seu noivo falaram em coletiva de imprensa realizada neste domingo (3) na Akasaka Estate, no distrito de Motoakasaka, em Tóquio, onde Mako confirmou que deixará de ser membro da Casa Imperial Japonesa após seu casamento.

Os outros três netos do imperador são a irmã Kako e Hisahito, irmãos mais novos de Mako, e a filha do príncipe herdeiro Naruhito, a princesa Aiko, que deveria ser a terceira na linha de sucessão, mas não é porque as leis da Casa Imperail do Japão não permitem que mulheres ascendam ao trono, o que é visto com reprovação pela população jaonesa, já que pesquisas apontam maioria a favor de Mako como imperatriz.

Depois de Naruhito, seu irmão, o príncipe irmão Akishino, e o filho deste, Hisahito, de 10 anos, são os possíveis sucessores.

O imperador Akihito e seus dois filhos casaram com plebeias, que agora integram a família imperial.

O imperador Akihito, que sucedeu em 1989 seu pai, Hirohito, expressou em agosto do ano passado o desejo de abdicar por causa de sua idade avançada, e uma lei está sendo preparada para tanto. O imperador, de 83 anos, teve uma cirurgia do coração e tem sido tratado por um câncer de próstata.

Artigos relacionados