Ponte decepciona em casa e perde do Atlético-GO; Kleina cai

Ponte decepciona em casa e perde do Atlético-GO; Kleina cai

A Ponte Preta enfrenta a Chapecoense (SC) na Arena Condá, enquanto o Atlético (GO) recebe o Cruzeiro (MG) no Olímpico Pedro Ludovico. O Atlético-GO voltou a crescer e foi novamente às redes com Walter, de cabeça, aos 22 minutos.

No jogo deste sábado, ao contrário do que se esperava, o visitante criou as principais chances de gol no começo. O gol merecido saiu no fim da primeira etapa, após escanteio de Bruno Pacheco, Luiz Fernando bateu com categoria e definiu placar do primeiro tempo. O goleiro da casa voltaria a trabalhar em outras quatro oportunidades.

O técnico Gilson Kleina tem todos os jogadores à disposição e deverá mandar a campo aquilo que tiver de melhor.

Depois de ouvir vaias da torcida no intervalo, a Ponte Preta voltou ligada para a segunda etapa. A bola desviou no zagueiro William Alves, do Atlético-GO, antes de entrar, mas a arbitragem atribuiu o gol ao atacante Léo Gamalho.

A Ponte Preta quase empatou após cobrança de escanteio pela esquerda.

No finalzinho da partida o goleiro Aranha abandonou a meta e foi ajudar o ataque da Ponte.

PONTE PRETA - Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres e Danilo Barcelos; Naldo, Elton (Maranhão) e Emerson Sheik; Felipe Saraiva (Renato Cajá), Léo Gamalho e Lucca.

De olho em uma vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana, o técnico Gilson Kleina sabe da dificuldade que a Macaca vai enfrentar para reverter a derrota por 3 a 1 para o Sport, mas mantém o foco no jogo contra o Dragão para garantir uma vitória no Campeonato Brasileiro.

Ocupando a lanterna do Campeonato Brasileiro, o Atlético-GO volta aos gramados em busca da vitória com a provável formação: Marcos; Jonathan, Gilvan (Eduardo Bauermann), William Alves e Bruno Pacheco; Igor, Ronaldo, Paulinho, Andrigo (Jorginho) e Luiz Fernando; Walter. Técnico: João Paulo Sanches.

GOLS - Luiz Fernando, aos 42 minutos do primeiro tempo; Léo Gamalho, a 1, Walter, aos 22, e Ronaldo, aos 47 minutos do segundo tempo. Ronaldo e Walter (Atlético-GO).

Artigos relacionados