Petrobras comunica ao mercado venda de fábrica de fertilizante em MS

Petrobras comunica ao mercado venda de fábrica de fertilizante em MS

Conforme o fato relevante, divulgado hoje, também foi aberto o processo de venda da Ansa (Araucária Nitrogenados S.A.), que opera em Araucária (PR).

As unidades serão vendidas em conjunto e o processo seguirá a sistemática para “desinvestimentos” da Petrobras, documento alinhado aos direcionadores do TCU (Tribunal de Contas da União), que detalha os procedimentos para a venda de ativos da companhia. Conforme texto da Agencia Brasil, as vendas fazem parte do plano de desinvestimentos (venda de ativos) da estatal e de deixar a produção de fertilizantes.

Desde dezembro de 2014, as instalações são mantidas e preservadas pela Petrobras quando a construção foi interrompida.

Quando pronta, a UFN-III utilizará como matéria-prima gás natural processado, com consumo médio previsto de 2,2 milhões m³ por dia. Medida faz parte do plano de desinvestimento da empresa.

A Ansa, no Paraná, tem capacidade de produção de 1.975 toneladas/dia de ureia, 1.303 toneladas/dia de amônia e de 450 m3/dia do Agente Redutor Liquido Automotivo - ARLA 32.

A Petrobras comunicou ao mercado nesta segunda-feira (11) que abriu processo de licitação para a venda da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN3) de Três Lagoas.

A ação do MPF estava suspensa pela Justiça até setembro, mas o prazo foi prorrogado até novembro, conforme decisão expedida pela 1ª Vara Federal de Três Lagoas, na semana passada.

No mês passado, o MPF ajuizou ação de improbidade administrativa contra o ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli de Azevedo, cinco ex-diretores, as empresas Galvão Engenharia e Sinopec Petroleum do Brasil, por irregularidades na construção da unidade.

Artigos relacionados