Ministério Público pede suspensão imediata dos agentes da esquadra de Alfragide

Ministério Público pede suspensão imediata dos agentes da esquadra de Alfragide

No requerimento, o pedido é justificado pela "salvaguarda do risco para a segurança e tranquilidade públicas", escreve o DN.

O Ministério Público acredita que o comportamento dos agentes naquele dia não se tratou de um caso isolado e que o perigo de continuação de comportamentos como os descritos nos autos existe.

O procurador considerou o Termo de Identidade e Residência "insuficiente e inadequado", referindo que "não é sequer proporcional à gravidade dos crimes concretamente imputados e às sanções que previsivelmente venham a ser aplicadas". Ainda assim, podem recorrer da decisão do tribunal, mas esta não será suspensa. Dos 18 acusados, quatro mantêm-se em funções na mesma esquadra.

Artigos relacionados