Liga espanhola acusa PSG de urinar na piscina e os franceses respondem

Liga espanhola acusa PSG de urinar na piscina e os franceses respondem

Neymar subiu no trampolim e urinou na piscina. O presidente da La Liga, Javier Tebas, disse que a equipe parisiense "ri do sistema" e ainda utilizou uma metáfora nada usual para criticar as investidas do clube. "Não podemos tolerar isso", disparou Tebas, durante a Soccerex, em Manchester (Inglaterra).

- O PSG está burlando o sistema.

"Estas declarações indignas não estão à altura de uma instituição tão respeitável e performática como a Liga Espanhola", disse a LFP em comunicado.

"Um jornalista espanhol definiu bem ao dizer, e espero não estar sendo grosseiro, que eles (o PSG) estavam urinando na cama ou na piscina".

A Uefa abriu na última sexta-feira uma "investigação formal" contra o PSG, explicando que a "analisará a conformidade do clube com a exigência de equilíbrio financeiro, em particular após a recente atividade de contratações".

A saída de Neymar do Barcelona para o PSG ainda não foi digerida por completo pelo presidente da Liga Espanhola, Javier Tebas, que faz questão de mostrar sua inconformação com o ocorrido. A entidade busca apurar se os franceses estão seguindo as regras do FPF, além de observar os detalhes da transferência de Neymar e de Mbappé.

As críticas de Javier Tebas aos gastos do Paris Saint-Germain durante o mercado de verão não agradaram à Liga francesa, que saiu em defesa do clube. Apenas a UEFA está habilitada a decidir sobre o cumprimento das regras do fair-play financeiro. "Graças a esses investimentos, a Liga teve um bom começo, marcado por um aumento do número de golos marcados, bem como um claro aumento de público e multidões".

Artigos relacionados