Jornalista do 'Financial Times' é encontrado morto no Sri Lanka

Jornalista do 'Financial Times' é encontrado morto no Sri Lanka

Um jornalista do jornal londrino "Financial Times" foi morto quando lavava as mãos em uma lagoa no Sri Lanka, durante um feriado.

Paul tinha 24 anos, e estava de férias com os amigos na ilha, quando se afastou do grupo para ir lavar as mãos, nesse mesmo momento, e deacordo com o relato de várias testemunhas, o homem foi arrastado para a água.

Uma testemunha refere ter visto o homem a ser arrastado para o rio por um crocodilo, afirmando, no entanto, que este é o primeiro ataque de crocodilos na zona. "A polícia foi chamada imediatamente", disse o ex-presidente da Arugam Bay Surf Club, Fawas Lafeer.

Mergulhadores da Marinha do Sri Lanka encontraram nesta sexta-feira, 15, o corpo de um jornalista britânico que teria sido atacado por um crocodilo enquanto viajava com amigos em uma praia. Turistas e locais fazem surf na Elephant Rock, que é uma linda praia e muito segura.

O jovem, licenciado na Universidade de Oxford, trabalhava no Financial Times há dois anos, tendo entrado como estagiário. A autópsia oficial deverá realizar-se ainda hoje e só depois será confirmada a causa de morte.

Artigos relacionados