Furacão Irma ganha força e atinge categoria 5

Furacão Irma ganha força e atinge categoria 5

Como um furacão da categoria 5, a mais alta, com velocidade do vento de quase 300 quilômetros por hora, o Irma causou danos graves em várias ilhas do Caribe. Se há uma mensagem que ainda podemos divulgar é que todos se protejam ao máximo e escutem os conselhos e determinações.

As mortes causadas pelo furacão Irma foram registradas em Saint Barthélemy, Saint Martin e em Barbuda. - Devemos ser os primeiros a ser atingidos, e já imaginamos que nosso telhado de madeira não suportará o impacto. Outras ilhas que estão em alerta pela passagem do Irma são Aguilla, Antigua, Porto Rico, as Ilhas Virgens e Montserrat.

O furacão Irma, a tormenta mais poderosa a se encaminhar para a Flórida em décadas, está em um caminho que apresenta o pior caso das tempestades que já atingiram o Estado.

A declaração de estado de emergência autoriza o Departamento de Segurança Interna e a Agência Federal de Gestão de Emergências a coordenar os trabalhos de resposta a desastres nessas zonas. Em Porto Rico, à espera da chegada do furacão na manhã de hoje, o governador Rossello mobilizou a Guarda Nacional e anunciou a abertura de abrigos com capacidade para até 62 mil pessoas.

"Estamos sendo enfáticos. Você não pode se dar ao luxo de permanecer em uma ilha com um furacão de categoria cinco se aproximando", disse Martin Senterfitt, diretor do centro de operações de emergência do condado de Monroe, na Flórida.

A ministra mencionou telhados arrancados pela passagem do furacão de categoria 5, a mais elevada na escala de intensidade desses fenômenos.

- Os preparativos já começaram, mas o problema é que já não há muito mais a ser comprado, e quem deixou para a última hora enfrenta dificuldades - afirmou o empresário.

Segundo o Centro, o furacão José "segue intensificando-se" no Atlântico com ventos de 140 quilómetros por hora e na direção oeste. Até o momento, o Centro Nacional de Furacões diz não poder determinar se a tempestade atingirá ou não os países da região.

Nesta quarta-feira, o furacão chegou ao arquipélago de Antígua e Barbuda.

Artigos relacionados