Furacão Irma avança sobre o Caribe e atinge categoria 5

Furacão Irma avança sobre o Caribe e atinge categoria 5

Além do Irma, há dois furacões em atividade entre o México e o Caribe: Katia e José, ambos de categoria 1, a mais leve na escala Saffir-Simpson. Outras ilhas da região como Antígua e Barbuda, Anguilla, Montserrat, St. Kitts e Nevis, St. Martin, Guadalupe e Ilhas Virgens Britânicas também estão em alerta.

"Se há uma mensagem que ainda podemos divulgar é de que se protejam ao máximo e escutem os conselhos e determinações", insistiu.

"A natureza do fenômeno é a mesma que a do Irma, mas mais fraca", explicou, acrescentando que, por ora, não se prevê que o olho do furacão passe por terra.

Ainda não se sabe exatamente qual será a rota e a força com que o furacão Irma chegará aos Estados Unidos, mas um enorme plano de evacuação na Flórida continua em prática. Em alguns instantes, o furacão Irma deve atingir Porto Rico, Antígua, as Ilhas Virgens e São Cristóvão.

Na segunda-feira, na Flórida, o governador Rick Scott decretou estado de emergência, e o governo local deu início a uma operação de remoção obrigatória na região das Florida Keys, arquipélago no Sul do estado que deve ser atingido pelo Irma nos próximos dias. De acordo com a imprensa americana, uma mansão que o presidente tenta vender no balneário francês de St. Maarten pode estar no caminho da tempestade.

Moradores do Texas e Louisiana ainda estão se recuperando dos eventos catastróficos do furacão Harvey, que atingiu o Texas como um furacão de categoria 4 em 25 de agosto.

- Os preparativos já começaram, mas o problema é que já não há muito mais a ser comprado, e quem deixou para a última hora enfrenta dificuldades - afirmou o empresário.

E antes mesmo da chegada do Irma, caribenhos e americanos já têm uma nova tempestade com a qual se preocupar: seguindo a trajetória do Irma, a tempestade tropical José, ainda no Atlântico, também ruma para o continente, e deve registrar ventos de até 165 km/h.

A região norte do Haiti, entretanto, pode vir a sofrer inundações, segundo especialistas.

O furacão Irma, que atravessa o Caribe, perdeu força nesta sexta-feira (08/09), mas se move com ventos de 250 quilômetros por hora em direção à Flórida, passando por Cuba e pelas Bahamas.

Artigos relacionados