Furacão Irma avança sobre o Caribe e atinge categoria 4

Furacão Irma avança sobre o Caribe e atinge categoria 4

Este furacão de categoria 5 é um dos mais fortes já visto nos últimos anos, e o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos alertou para o grande estrago que ele poderá fazer por onde passar. Alguns resorts t (locais que reúnem serviços de hospedagem, recreação e divertimento) também estão sendo evacuados, conforme as orientações do governo da ilha.

Em Guadalupe, escolas e prédios públicos foram fechados, enquanto nas Ilhas Virgens britânicas, o governador Augustus Jaspert recomendou que os moradores da ilha Anegada deixassem a localidade, destacando que o olho do furacão passará a 56 quilômetros da capital, Red Town. Nos EUA, a população de Key West, na Flórida, foi alertada para se retirar da área. Até o momento, o Centro Nacional de Furacões diz não poder determinar se a tempestade atingirá ou não os países da região. "Nas próximas horas, trabalharemos até que as pessoas consigam comer e beber água", disse o ministro do Interior da França, Gerard Colomb.

Em Antígua e Barbuda, o impacto foi ainda maior. Cerca de 200 casas foram totalmente destruídas na República Dominicana, mas não foram registrados mortos. Uma delas foi registrada a partir da Estação Espacial da Nasa.

O Centro lembra que três furacões estão a progredir em simultâneo no Oceano Atlântico, depois das tempestades José e Katia passarem a esta categoria, juntando-se assim ao Irma.

Brasileira conta como se preparou para a chegada de furacão ao Texas
Brasileira conta como se preparou para a chegada de furacão ao Texas

Ainda não se sabe exatamente qual será a rota ou a força com que o furacão chegará, mas diversas cidades já receberam uma ordem obrigatória de evacuação, incluindo a famosa Miami Beach.

Além da Flórida e da Georgia, as Carolinas do Sul e do Norte decretaram estado de emergência. Além das vítimas fatais, outras pessoas ficaram feridas e a tormenta deixou um rastro de destruição por toda a região.

A ministra mencionou telhados arrancados pela passagem do furacão de categoria 5, a mais elevada na escala de intensidade desses fenômenos. Nas redes sociais, algumas pessoas manifestam preocupação com a dificuldade de conseguir comida e água.

"Embora a trajetória exata do Irma não seja conhecida, não podemos nos dar ao luxo de estarmos despreparados", afirmou Scott em comunicado no início da semana.

Artigos relacionados