Economia brasileira vai crescer 3% a partir de 2018

Economia brasileira vai crescer 3% a partir de 2018

Em entrevista ao GLOBO, no fim de agosto, o ministro disse a expectativa é de um crescimento de 2% a 3%, considerando que os juros estão mais baixos e existe muita capacidade ociosa na economia. Em mensagem postada no Twitter, o ministro ressaltou que o País saiu da recessão e a inflação está controlada.

Ele afirmou que "o Brasil está pronto para seguir com a agenda de reformas iniciada no ano passado" e relembrou medidas já aprovadas como o teto dos gastos, a reforma trabalhista, a Taxa de Longo Prazo (TLP) e a lei de responsabilidade das estatais. Meirelles referia-se às medidas tomadas pelo Governo brasileiro para ajustar as contas públicas e dar um impulso à economia, incluindo o ajuste orçamental, a reforma de flexibilização do legislação laboral e a reforma do sistema de pagamento de pensões.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta sexta-feira que o país vai entrar em 2018 crescendo "a um ritmo em torno de 3%" e que, em 2019, a economia poderá "crescer mais ainda".

A previsão é feita uma semana depois de terem sido conhecidos os dados do PIB do Brasil, que cresceu 0,2% no segundo trimestre do ano, em comparação com primeiro trimestre. Face ao período homólogo, a variação do PIB foi de 0,3%. Em sentido contrário, a indústria caiu 0,5% e travou o crescimento económico.

Artigos relacionados