Coreia do Sul realiza primeiro exercício de fogo real com míssil Taurus

Coreia do Sul realiza primeiro exercício de fogo real com míssil Taurus

Imagens de satélites mostraram os resultados do mais recente teste nuclear da Coreia do Norte, realizado no início do mês, e indicaram a possibilidade de Pyongyang já estar se preparando para uma nova prova nuclear, informou o site 38 North. Um caça F-15K disparou um míssil que voou 400 km e visou ao alvo em águas, perto da costa de Gunsan.

O míssil, feito pela alemã Taurus Systems, tem um alcance máximo de 500 quilómetros e está equipado com caraterísticas de ponta que permitem evitar radares até chegar aos alvos na Coreia do Norte.

A detonação do que seria uma bomba de hidrogênio na planta nuclear de Punggye-ri, segundo o governo norte-coreano, causou um abalo sísmico de 6,3 graus na escala Richter. "Ainda existem dois complexos de túneis adicionais não utilizados (servidos pelos Portais do Sul e do Oeste), que também são considerados potencialmente capazes de novos testes nucleares, embora para testes com rendimentos mais baixos do que o do sexto teste", afirmou o site.

Segundo havia comunicado o The Independent, Kim Jong-un de vez em quando ordena à televisão estatal que transmita os jogos do Manchester United.

O Peru declarou o embaixador, Kim Hak-Chol, uma persona non grata na segunda-feira para protestar contra a recusa da Coreia do Norte em prestar atenção nos "constantes pedidos" do mundo para acabar com seu programa nuclear - dando cinco dias para o embaixador deixar o país andino. Um dia depois, Pyongyang ainda reafirmou que vai acelerar os seus esforços militares.

Artigos relacionados