Avião da FAB deve pousar às 16h20 no Caribe para resgatar brasileiros

Avião da FAB deve pousar às 16h20 no Caribe para resgatar brasileiros

O Irma deixou pelo menos 38 mortos no Caribe e atingiu diretamente vários pontos da região na categoria cinco, a mais alta: Barbuda, St. Barths, St. Martin, Anguilla, Cuba, as Ilhas Virgens britânicas e americanas e Porto Rico. O presidente da República, Michel Temer, está acompanhando o caso e o Ministério das Relações exteriores já está em contato com cerca de 50 famílias brasileiras que vivem no local.

Em nota divulgada há pouco, o Ministério das Relações Exteriores informou ter recebido informações até o momento da presença de mais de 60 brasileiros em três ilhas mais afetadas pela passagem do furacão.

O governo brasileiro decidiu deslocar um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para resgatar os brasileiros que se encontram na ilha de Saint Martin, no Caribe, nesta terça-feira (12).

Além de São Martinho, outras duas ilhas apresentam situação de crise com colapso total ou parcial da infraestrutura de transportes, comunicações e abastecimento: Tortola (uma das Ilhas Virgens Britânicas) e Turcas e Caicos (também sob a soberania britânica). Lá, trabalham em uma força-tarefa para prestar assistência aos cidadãos brasileiros.

Para atender os brasileiros na região, o Itamaraty montou um núcleo de atendimento emergencial em Brasília, que está em contato com todos os postos da rede consular diretamente responsáveis.

O governo solicitou às Embaixadas do Brasil na França, nos Países Baixos e no Reino Unido que incluíssem brasileiros no plano de evacuação nas respectivas ilhas. Há ainda registros de pessoas em Tortola e em Turcas e Caicos.

A youtuber brasileira Lorrayne Mavromatis usou as redes sociais para informar que conseguiu deixar a ilha de São Martinho, no Caribe. Ao longo do dia desta segunda-feira, porém, muitos conseguiram sair das ilhas por outros meios, como a ajuda dos governos de outros países.

Artigos relacionados