Assistente de produção de 'Narcos' é assassinado no México

Assistente de produção de 'Narcos' é assassinado no México

O responsável pela prospecção de locais de filmagens da série Narcos, Carlos Muñoz Portal, foi morto a tiro no México na passada segunda-feira e encontrado numa zona violenta no centro do país. No entanto, as circunstâncias de sua morte ainda não estão claras.

A notícia é avançada pelo diário espanhol El País, que descreve como, segundo um amigo da vítima, Carlos Muñoz Portal saiu de carro rumo ao Estado do México, no centro do país, no início da semana.

O profissional, que tinha uma longa carreira na indústria do cinema e trabalhava como freelancer para a produção da Netflix, estava procurando por novas locações para as gravações da série, o que ele já era expert em fazer. Estava a trabalhar para a quarta temporada de Narcos, que depois do cartel de Pablo Escobar se voltou para o cartel Cali na recente terceira época, sendo que na próxima temporada rumará exactamente ao México e mais especificamente à região de influência do cartel de Juarez.

Produção norte-americana e colombiana, Narcos teve o brasileiro Wagner Moura como protagonista na 1ª e 2º temporada.

Em comunicado, a Netflix confirmou a morte do produtor e apresentou as condolências à família. Os fatos acerca da morte dele ainda são desconhecidos e as autoridades continuam investigando.

Segundo informações do jornal El País, Muñoz viajava por uma área rural despovoada para fotografar locações para a produtora.

Artigos relacionados