Petrobras anuncia reajuste de 6,9% em média nos preços do gás

Petrobras anuncia reajuste de 6,9% em média nos preços do gás

A Petrobras irá reajustar os preços do GLP P-13, o gás de cozinha em botijões, em 6,9 por cento a partir de sábado, dia 5 de agosto, informou a estatal em comunicado nesta sexta-feira. Já o preço do diesel foi reduzido em 1,2% nas refinarias.

O último reajuste foi em 5 de julho de 2017 e este não se aplica aos GLP de uso industrial/comercial. Segundo a estatal, o reajuste está em linha com a política de preços divulgada em 7 de junho deste ano.

As revisões feitas nas refinarias podem ou não refletir no preço final ao consumidor.

A Petrobras também afirmou que o aumento anunciado foi devidamente aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos. O repasse para o consumidor depende do que será praticado por distribuidoras e revendedores, mas a estatal antecipa um cálculo que projeta elevação de R$ 1,29 por botijão.

O presidente do Sindicato das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás), Sérgio Bandeira de Mello, disse que, após os últimos ajustes, ampliou-se a diferença entre os preços do gás para indústria e comércio e o de uso doméstico: o industrial está 60% mais caro.

Em vez de esperar um mês para ajustar preços, a Petrobras agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente. Com o novo modelo, a Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores.

Artigos relacionados