Contra o Cruzeiro, São Paulo deve bater novo recorde de público

Contra o Cruzeiro, São Paulo deve bater novo recorde de público

O técnico Dorival Júnior comandou neste sábado um treino tático e confirmou a escalação do São Paulo para o duelo contra o Cruzeiro no domingo, às 11h, no estádio do Morumbi, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A Raposa que pegará o Tricolor terá Rafael; Ezequiel, Leo, Digão e Bryan; Hudson e Nonoca; Rafael Sobis, Robinho e Alisson; Sassá.

A falta cobrada por Hernanes fez o Tricolor sair para o intervalo à frente no placar e também encerrar jejum de nove meses sem gols do tipo.

Após duas derrotas consecutivas, o São Paulo precisa vencer para deixar a zona de rebaixamento do Brasileiro. Arboleda aproveitou cruzamento de Hernanes e empatou o jogo.

Enquanto o São Paulo vem com o time titular, o Cruzeiro deverá ir a campo com um time misto, preservando parte do elenco para a primeira partida da fase semifinal da Copa do Brasil contra o Grêmio, que será disputado na próxima quarta-feira (16/08) em Porto Alegre.

CRUZEIRO: Sassá, aos 6 e aos 11 minutos do 2T. O São Paulo só conseguiu chegar ao ataque aos 26 minutos com um cruzamento do Marcinho, Pratto desviou e quase abriu o Marcador no Morumbi. Hernanes bateu e marcou: 3 a 2. O que nem o técnico nem os torcedores imaginavam é que em 11 minutos o Cruzeiro viraria o jogo. Até que, aos 46 minutos, Hernanes cobrou falta com perfeição. Na marra, nos gritos da torcida, o São Paulo cresceu.

Era só impressão. Arboleda e Rodrigo Caio deram dois gols a Sassá, que sentenciou a virada. No ano passado, quando o time paulista também brigava contra o rebaixamento, o atacante marcou nos acréscimos o gol da vitória do Botafogo por 1 a 0 no Morumbi, também na 20ª rodada do Brasileirão.

Como nem tudo foi perfeito, o time perde Pratto, expulso no fim ao receber o segundo amarelo - o Cruzeiro também teve o zagueiro Digão recebendo o vermelho. Nada melhor do que três pontos para o pai são-paulino comemorar seu dia.

Artigos relacionados