Conselho da Lala votará compra da Vigor na quinta-feira

Conselho da Lala votará compra da Vigor na quinta-feira

Se o parecer for favorável, a empresa mexicana fará uma teleconferência com investidores na sexta-feira (4). O Grupo Lala informou que a operação depende ainda de "autorizações governamentais, acordos de acionistas e outras condições contratuais".

"O Lala pretende obter financiamentos e possíveis capitalizações adicional como parte do pacote financeiro para essas aquisições", informou a empresa em comunicado.

No documento divulgado ao mercado, a Lala informa que a Vigor é focada em produtos de valor agregado, como iogurtes e queijos, tem 7.600 empregados, 14 unidades de produção, 31 centros de distribuição e 67 mil pontos de venda.

Está agendada para a próxima quinta-feira (3) a votação do conselho administrativo da Lala Foods a respeito a compra do controle da compra da Vigor Alimentos. A Itambé, segundo o comunicado, tem um portfólio completo de lácteos, como leite em pó, leite condensado, doce de leite, iogurte e leite UHT.

A JBS S.A. confirmou a negociação e comunicou ao mercado que "no contexto de seu Programa de Desinvestimentos", foi informada pela J&F Investimentos, sua controladora, de que a holding "está em negociações avançadas com o Grupo Lala" para a alienação da Vigor Alimentos S.A.

A venda da Vigor é a terceira a ser concretizada pelo J&F desde maio.

Também nesta segunda, a JBS anunciou que fechou a venda de suas operações de processamento de proteína animal na Argentina, no Paraguai e no Uruguai para a concorrente brasileira Minerva, pelo valor de US$ 300 milhões (R$ 1 bilhão). A outra metade da Itambé pertence à Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais (CCPR).

Artigos relacionados