Young Boys goleia Benfica por 5-1

Young Boys goleia Benfica por 5-1

Houve adeptos do Benfica para dar e vender na Tissot Arena, em Biel, mas regressaram a casa com pouco mais que uma recordação cinzenta da prestação dos "encarnados" no último jogo da Uhren Cup.

5-1, um resultado pesado.

Começou a mandar a equipa de Rui Vitória, que operou três alterações face ao encontro anterior, diante do Neuchatel Xamax (Fejsa no lugar de Chrien, no meio-campo, Lisandro na vaga de Ruben Dias na defesa e Rafa no corredor de Franco Cervi).

Mais golos, só na segunda parte.

O Benfica entrou bem no jogo e foi ligeiramente superior na primeira parte, mas teve poucas oportunidades de golo. Um jogo de pré-época.

Eis o onze apresentado por Rui Vitória: Júlio César; André Almeida, Lisandro López e Hermes; Fejsa; Diogo Gonçalves, Filipe Augusto e Rafa; Jonas e Seferovic. Já com Bruno Varela na baliza, o Benfica voltou a evidenciar problemas na organização defensiva e Sulejmani, antigo jogador das "águias", aproveitou para contornar o guarda-redes e fazer o 2-1.

Poderia ter-se repetido o filme do primeiro tempo, mas Jonas confirmou uma tarde de desinspiração e falhou uma grande penalidade aos 58'.

Von Ballmoos adivinhou, defendeu para a frente, e Cervi na recarga também não conseguiu enganar o guarda-redes.

Muita passividade da defesa encarnada, com Pedro Pereira em destaque pela negativa, e a formação helvética a chegar com facilidade à goleada. Depois, Assalé dilatou a vantagem, aos 75, e Fasnacht 'bisou', aos 86 e 88.

No Benfica, ao longo da segunda metade, entraram ainda Heriberto (65), Kalaica (65), Chrien (65), André Horta (65), André Carrillo (85), Willock (85) e Arango (85).

Artigos relacionados