Morreu ator norte-americano Martin Landau

Morreu ator norte-americano Martin Landau

Morreu neste sábado, aos 89 anos, o americano Martin Landau, vencedor do Oscar de melhor ator coadjuvante por "Ed Wood" (1994).

O publicista do ator, Dick Guttman, confirmou a sua morte, dizendo estar "assolado de tristeza".

Nascido em Brooklyn (Nova Iorque) a 20 de junho de 1928, Landau trabalhou no design do New York Daily News antes de começar a carreira de ator.

O seu primeiro papel importante no cinema chegou em 1959 com Intriga Internacional de Hitchcock. Ele chegou a ser cogitado para interpretar o Mr. Spock em "Jornada nas Estrelas", mas, acabou indo parar em outro sucesso televisivo: "Missão Impossível", onde interpretou o mestre dos disfarces, Rollin Hand.

Contracenou com Elizabeth Taylor e Richard Burton no "blockbuster" Cleópatra, de 1963, o filme com o maior orçamento a ser rodado até então.

Em televisão, e além da série de televisão "Missão: Impossível", que protagonizou juntamente com a mulher na altura, Barbara Bain, um dos seus papéis mais populares foi o de comandante John Koenig na série televisiva "Espaço: 1999", de 1975.

O auge de Landau ocorreu em 1995, quando ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante pela representação do diretor Bela Lugosi (1882-1956) em "Ed Wood", de Tim Burton.

No grande ecrã, Landau será ainda recordado pelas interpretações em "Tucker: O Homem e o seu Sonho", de Francis Ford Coppola, em 1988, e "Crimes e Pecados", de Woody Allen, em 1989.

Nos últimos anos atuou em série de TV como "Entourage" e "Without a Trace".

Artigos relacionados