Da sequência à vitória: Guto repetirá time

Da sequência à vitória: Guto repetirá time

O CRB voltou a pressionar com Flávio Boaventura, que também tentou o cabeceio, mas errou a bola, aos 24 minutos. O colorado tem a melhor campanha fora de casa e já somou 14 dos 20 pontos até o momento na Série B o que da mais entusiasmo a torcida no jogo de logo mais contra o CRB. O técnico Guto Ferreira colocou o garoto Charles na posição. No mesmo dia, o CRB encara o líder Juventude no Alfredo Jaconi. Diferente do que ocorreu em outras partidas, o Inter não tentou propor o jogo.

A estratégia de marcar no seu campo e atacar no erro do CRB quase teu certo aos 11 minutos.

A partida seguiu sem muitas emoções na segunda metade do primeiro tempo. Já o Inter perdeu a oportunidade de colar no G4 e segue apenas rondando o pelotão da frente, com 21 pontos. O volante cabeceou no cantinho, mas viu o goleiro fazer grande defesa. Após o apito final do primeiro tempo, os jogadores colorados deixaram o campo desanimados. Ficou para o Inter a obrigação de voltar na etapa final no ataque.

CRB - Edson Kölln; Adriano, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Yuri, Edson Ratinho, Danilo Pires (Tony) e Chico; Erick Salles (Rodrigo Souza) e Zé Carlos (Neto Baiano).

Os times não tiveram grandes chances de marcar, mas o Alvirrubro alagoano foi mais frio e conseguiu tanto para abrir o placar quanto encerrar a contagem, nos acréscimos do segundo tempo. Na sequência, Uendel até chutou no gol, mas pegou mal na bola e Edson defendeu sem problemas. Contudo, foi o Galo da Praia que voltou a assustar aos 14min com Edson Ratinho, que mandou a bola na trave. A bola, porém, bateu na trave e saiu. Edson Ratinho recebeu passe de Diego na entrada da área pela direita e avançou com liberdade para finalizar. O atacante Carlos entrou no lugar do lateral Cláudio Winck. A comissão técnica aproveitou o treinamento para reforçar o trabalho de bola parada. Já aos 25, Marcelo Cirino ingressou no posto de Nico López. O CRB levou perigo aos 18 minutos.

Guto Ferreira ainda fez uma troca pouco comum. Aos 32, Juan entrou na vaga de D'Alessandro. Mas as tentativas do treinador colorado não deram resultado. Dentro da área adversária, Edenílson recebeu de Carlos e chutou, mas a bola parou no braço de Adalberto. Heber Roberto Lopes mandou seguir. Aos 44 min, após cobrança de escanteio Edson Ratinho, Klaus furou e Neto Baiano cabeceou para o gol, dando números finais ao confronto. Diego chuta cruzado na saída de Danilo Fernandes e abriu o placar, 1 a 0. Além de um disparo forte e de longe de Neto Baiano, que tinha substituído o agitado Zé Carlos.

Danilo Fernandes; Cláudio Winck (Carlos), Klaus, Víctor Cuesta e Uendel; Charles, Edenílson, Felipe Gutiérrez e D'Alessandro (Juan); Nico López (Marcelo Cirino) e William Pottker.

Artigos relacionados