Casamento de deputada gera protesto em Curitiba

Casamento de deputada gera protesto em Curitiba

Eles carregavam faixas, cartazes e ovos, para jogar na noiva e em convidados. O casamento da deputada estadual Maria Victoria (PP) - filha da vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti, e do ministro da saúde, Ricardo Barros - foi palco de uma manifestação realizada em frente à Igreja do Rosário, no Centro de Curitiba. A recepção aos convidados ocorreu no Palácio Garibaldi.

O protesto foi contra as reformas trabalhista e previdenciária, ambas apoiadas pela família Barros. A provocação é uma referência ao episódio em que os governistas entraram na Assembleia Legislativa (AL) escoltados por um carro do choque, da Polícia Militar (PM), em fevereiro de 2015, uma vez que o plenário estava ocupado.

Além dos noivos, os convidados do casamento também foram vaiados.

De acordo com um dos organizadores da manifestação, convocada pela internet, Leonardo Weiss, o protesto é contra o "abuso de poder" dos políticos.

O casamento luxuoso aconteceu no Palácio Garibaldi e causou polêmica por conta da estrutura de ferro montada em torno do prédio, que é Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná. Eles caminharam em meio a xingamentos e arremessos de lixo, ovos e garrafas de cerveja. Ao detectar o protesto, os policiais se deslocaram ao local, para garantir a segurança. Ele foi atingido no rosto quando os últimos convidados deixaram a igreja e a PM respondeu com bomba de efeito moral e disparos de borracha aos arremessos de objetos no público.

Pelo menos um dos manifestantes ficou ferido.

Artigos relacionados