António Costa fez de babysitter dos filhos de João Miguel Tavares

Costa, conta o cronista esta sexta-feira, respondeu: "Mandou-me um email muito simpático a dizer que se eu tinha assim tantos problemas [por causa da tolerância de ponto], ficava com as crianças de manhã, porque à tarde ia para a visita do Papa", descreveu João Miguel Tavares àquele jornal.

É o próprio João Miguel Tavares quem revela que António Costa ficou a cuidar dos seus filhos, em São Bento, em Lisboa, durante sexta-feira de manhã, dia em que o Governo deu tolerância de ponto à função pública, no âmbito da visita do Papa Francisco a Fátima.

Na imagem, o primeiro-ministro surge com os filhos de João Miguel Tavares, com a televisão da sala de reuniões sintonizada num canal de televisão com desenhos animados.

O primeiro-ministro assim fez e enviou um email ao cronista a dizer que tomava conta das quatro crianças de quatro, nove, 11 e 13 anos, durante o período da manhã, já que durante a tarde estaria a receber o papa Francisco.

"Ele é simpaticíssimo", diz ainda o cronista, que é também comentador do "Governo Sombra", da TSF, onde representa os ideais mais à direita.

Numa entrevista ao jornal para o qual escreve crónicas, este pai admitiu que não sabe o que os filhos estiveram a fazer, apenas que almoçaram em São Bento e, provavelmente, terão estado a brincar nos jardins. Questionado, o gabinete do primeiro-ministro preferiu não fazer declarações.

Na crónica, João Miguel Tavares usava o humor e a ironia para provocar António Costa por causa da decisão de conceder tolerância de ponto à função pública.

Entre as sugestões para que António resolvesse o problema familiar, uma delas foi para que o ministro recebesse as crianças no Palácio de São Bento.

"A solução que me parece, apesar de tudo, mais fazível é esta: enquanto eu trabalho, Vossa Excelência fica-me com os putos". O PÚBLICO não achou que fosse verdade quando viu a fotografia no Facebook, mas João Miguel Tavares confirmou logo: "Fui, fui!"

Artigos relacionados